quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Entre Neutrinos e Vulcões surge Glória Coelho




“Estilista lança inverno intenso e fresco na SPFW”



Olá leitores tudo bem? Alguns dias depois do desfile de R Rosner na bienal, estive de volta a SPFW na segunda feira, na verdade fui também no domingo tentar cobrir o desfile da Colcci, mas não foi possível já que as presenças de Ashton Kutcher e Alessandra Ambrósio na passarela dificultaram a retirada de convites para a imprensa não credenciada.

Pois bem na segunda feira o dia começou bem surpreendente com o inverno fresco e intenso de Glória coelho, para quem não sabe a estilista é mundialmente conhecida por criar roupas usáveis, mas com um toque conceitual muito forte o que torna a sua roupa única, para mim a coleção dela sempre teve um corte incrível, mas um conceito pouco difícil para a compreensão de quem não havia visto o seu desfile e consome a grife em multimarcas.

Tive uma agradável surpresa quando assisti a coleção e vi que o conceito estava presente e bem delineado em todas as peças, nessa estação a designer se inspirou em vulcões e os desenhos que as nuvens fazem quando os mesmos entram em erupção. Esse tema de acordo com a designer em entrevista a Lilian Pacce surgiu durante as férias no deserto do atacama no Chile, nessas férias a estilista viu a erupção de um vulcão foi de onde saiu o tema central da coleção e também o conceito de neutrino que é um dos componentes desse fenômeno natural.

Para trabalhar esse tema Glória utilizou outras referências como às décadas de 30, 50, 60, 90 além de uma pitada de 2012, essas décadas eram muito vistas nas silhuetas propostas pela designer que eram sempre soltas e amplas em alguns momentos e em outros mais rígidas e secas com cinturas marcadas, além dessas silhuetas a designer se utilizou também de tecidos fluidos e estruturados os que entravam em consenso fazendo uma interessante superfície têxtil, além disso, houve também algumas peças com a imagem de vulcão e seus neutrinos estampados.

Um ponto de destaque para mim foram os vestidos longos que fecharam a apresentação, todos eles tinham um trabalho manual muito fascinante e transparências localizadas nas laterais o que dava uma silhueta esguia e imponente a quem vestir tal peça, essas eram acompanhadas de mangas avulsas que davam à impressão de casulo as modelos.

Outro ponto de destaque que percebi durante a apresentação e depois tive contato no release da marca foram os sapatos, se anteriormente Glória Coelho tinha colaborado com a belga Kipling nessa estação a estilista firmou colaboração com a boutique de calçados e acessórios Shoestock, na criação de ankle boots, scarpins e botas de cano longo, essa parceria tal qual a das bolsas é limitada e um ponto interessante é que estes foram inspirados em um dos pontos centrais da coleção que foram os neutrinos (partículas sub atômicas que segundo recente e polêmica teoria, são capazes de superar a velocidade da luz).

Particularmente foi bem proveitoso, confesso aqui que nunca havia assistido um desfile tão bem produzido e amarrado esteticamente, além disso era um desfile limpo sem nenhuma invenção onde a função era simplesmente mostrar as peças e nada mais.

Deixo aqui meus agradecimentos a: Bel Nunes, Graça Amazonas e Grazielle Araújo que proporcionaram a mim e a Francine Aristmunho a oportunidade de assistir tal espetáculo.

Abaixo o vídeo da entrada final das modelos no desfile de Glória Coelho inverno 2012.


http://www.youtube.com/watch?v=O8HXxd2pVFc&list=UU_Ok1fl1X2INv1



(Imagem retirada de: http://www.roupas.com/gloria-coelho/ e Vídeo feito por Rodolfo Alves, @rodolfoalves_)

Um comentário: